sexta-feira, 17 de junho de 2011

Conclusão




Concluo esse trabalho então, mostrando as perspectivas que se abriram para a educação (e consequentemente para a sociedade) após o escolanovismo.




Uma vez que a educação é o reflexo da sociedade, pudemos ver, através dos livros "Educação e luta de classes" e " A pedagogia e as correntes filosóficas", de Aníbal Ponce e Bogdan Suchodolski, respectivamente, as consequências que foram geradas pelas mudanças tanto na sociedade quanto na educação.
Vimos também, que a nova educação se propõe a construir um homem novo, sem mentalidade de classe. e percebemos que ela olhou mais para a criança (pedocentrismo) do que anteriormente.

1-     Diante desse contexto, presenciamos a ascensão do proletariado, que faz as suas escolas de acordo com os seus interesses, ou seja, o trabalho. Proporcionam um ensino técnico e também se preocupam com a alfabetização e a cultura dos operários.
“Educação é o processo mediante o qual as classes dominantes preparam na mentalidade e na conduta das crianças as condições fundamentais da sua própria existência”. (PONCE, pp. 165).

Sendo assim, concluo aqui a minha síntese sobre a HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO a partir de Aníbal Ponce e Bogdan Suchodolski.





Vídeo sobre a história da educação:

http://www.youtube.com/watch?v=vgCHveOcqqE&feature=related





Bibliografia:

  •  PONCE, A. Educação e luta de classes. São Paulo: Cortez Editora e Autores associados, 1981. 
  • SUCHODOLSKI, B.. A pedagogia e as grandes correntes filosóficas. Lisboa, Horizonte, 1984.


Professor: José Claudinei Lombardi
Aluna: Karla Sthefânia Begalli Viana
RA: 119686








S

Nenhum comentário:

Postar um comentário